Dobraduras foram utilizadas pelas crianças da Casa de André Luiz (Passa Quatro/MG) para (re)criar os personagens do que habitam o imaginário popular, celebrando o 22 de agosto – Dia do Folclore Brasileiro.
Foi uma maneira criativa de integrar os diferentes projetos para que acontecem na Unidade: cooperação técnica Brasil-Japão, Educação Integral e Integrada, ao serviço de convivência e fortalecimento de vínculos.
A imaginação correu solta e a alegria também.
Viva o folclore brasileiro!
Viva a cultura popular!

Comentários

Faça parte da Obra de Fabiano!