A estagiária em Serviço Social Juliana Freitas dos Santos, apresentou seu Projeto de Sensibilização para a Acessibilidade nos espaços da Unidade como fator para a melhoria na comunicação, nos relacionamentos e locomoção dos coparticipantes mais vulneráveis neste aspecto: idosos, deficientes e gestantes.

Juliana embasou-se na legislação, no acordo firmado jundo à ONU (1996) e outros organismos internacionais que enfocam a “equiparação de oportunidades em uma sociedade” como determinantes para a inclusão social.
O que é simples para quem não possui restrições físicas, por exemplo, é impeditivo/limitador para quem possui esta mesma restrição.

Na Unidade, a reflexão surtiu efeito pois além de um despertar de consciência de que há necessidade de adequar-se alguns dos espaços para facilitar o acesso de cadeirantes, idosos e gestantes. O segundo momento é buscar parcerias para a adequação desses mesmos espaços que, quando foram construídos não possuíam a exigência legal e muito menos o olhar para a cidade como possível fator de exclusão.

Comentários

Faça parte da Obra de Fabiano!