Em articulação com a Secretaria da Mulher da Prefeitura do Recife, a Casa Rodolfo Aureliano (Recife/ PE), ofertou o curso de Formação Sociopolítica em gênero, raça/etnia, diversidade sexual, mulheres com deficiência e fala pública. Com duas turmas, uma pela manhã e outra à tarde, o curso teve início dia 08 de setembro e término 20 de novembro, com carga horária de 60hs e aulas três dias na semana.

O público-alvo foi de mulheres coparticipantes, e teve como perspectiva a implementação de ações que possibilitassem o acesso destas ao direito a uma cidade segura, a construção de canais de articulação das políticas municipais nas diversas instâncias da cidade e, sobretudo fomentar a produção de conhecimento e empoderamento político. No curso foram trabalhadas questões de gênero, diversos tipos de violência, o acesso às políticas públicas, comunicação social, entre outros tópicos.

Segundo a coparticipante Sra. Maria Elizabete da Silva (53 anos), “com o curso pude enxergar as coisas com outro olhar”. tenho dois filhos homoafetivos, só os aceitava porque são seus filhos mas, com a formação, aprendi que ambos são sujeitos de direitos, portanto, devem ser respeitados. O mesmo vale para os negros.” Para ela, “todos têm direito de ser feliz”.

O curso levou todos a refletirem que, para além da aparência, a essência do ser humano é mais importante. É preciso reconhecer o outro como sujeito de direito, especialmente os direitos inerentes à mulher, sua participação efetiva nos espaços de controle social e a busca por melhor condição de vida.

Não podemos esvaziar a diversidade humana, estigmatizar as pessoas, bem como naturalizar e banalizar o preconceito, a discriminação.

IMG-20151007-WA0003 (1)Rodolfo 2

IMG-20151007-WA0047 (1) rodolfo 3.

Comentários

Faça parte da Obra de Fabiano!