No bairro do Guamá, em Belém, no final da década de 60, um grupo Espírita denominado Vinha de Luz realizavam cursos, doação de alimentos e atividades com as famílias pobres, que viviam em palafitas na comunidade e sem condições mínimas de higiene e saúde.

Através de amigos fizeram contato com o Cel. Rolemberg, fundador do Lar Fabiano de Cristo, na busca de apoio para ampliar as atividades. Muito sensibilizados com as condições de miséria da comunidade, a Direção do Lar Fabiano de Cristo e da CAPEMI decidiram implantar uma agência na capital do Pará.

Através dos funcionários indicados para o trabalho nesta agência e os trabalhadores do Grupo Espírita Vinha de Luz, todas as providências para a implantação de uma Casa de 3ª Faixa foram encaminhadas.

Em 22 de setembro de 1971 uma equipe de funcionários do Lar Fabiano de Cristo instalou definitivamente a Casa que recebeu o nome de José em homenagem ao pai da Srª Maria de Belém, funcionária da CAPEMI, paraense de nascimento, que muito contribuiu para a implantação da Casa.

As primeiras atividades realizadas na Casa de José foram as distribuições de gêneros e outros benefícios a 27 famílias muito necessitadas na comunidade.

Eram realizadas visitas nas moradias precárias e dentro dos limites da época algumas casas foram reformadas ou foram adquiridos terrenos mais apropriados para instalação das primeiras famílias atendidas.

Nos primeiros anos de implantação a parceira com o Grupo Espírita foi muito intensa, permanecendo até hoje ampliada ao Movimento Espírita Paraense.

A pequena Sede inaugurada em 1971 foi aos poucos ampliada e até hoje permanece no mesmo endereço desenvolvendo a missão do Lar Fabiano de Cristo.

Com o passar dos anos as condições de moradia melhoraram, e foram realizados diversos projetos na Casa com este foco, mas até hoje persiste uma situação de vulnerabilidade e violação de direitos destas famílias na região.

Comentários

Faça parte da Obra de Fabiano!