A maior Obra Social do Brasil.

Casa de Mãe Marocas

Lar Fabiano de Cristo > Unidades > Casa de Mãe Marocas

Supervisor

Fernanda Lopes

História da Casa de Mãe Marocas

Num arrabalde da cidade de Caxias – Rio de Janeiro – havia um Centro Espírita “Seareiros de Jesus”, dirigido por Sebastião Nunes Cavassoni, oficial do Exército, Augusto César Vannucci, homem de televisão e Jandir Motta, policial. O Centro, pelos seus voluntários, desenvolvia o trabalho chamado Caravana Auta de Souza, movido pelo desejo de ajudar os que vivem sob a pressão da pobreza, da falta quase absoluta de meios para sua sobrevivência, angariava da gente de boa vontade alguns gêneros e outros recursos para distribuí-los a essas pessoas.

Eles viam crescer o número de necessitados, sem que os recursos crescessem na mesma proporção. Nos primeiros dias de 1968, após haverem tomado conhecimento da existência do LAR FABIANO DE CRISTO, procuraram seu Diretor-Geral, Cel. Jaime Rolemberg de Lima, para pedir-lhe que ajudasse na continuação daquele trabalho.

Como os pontos de vista entre aquele grupo e a Direção do LFC eram concordantes, este decidiu avaliar o trabalho dos “Seareiros de Jesus” e introduziu no mesmo o regime já vitorioso nas Casas Assistenciais de 3ª. faixa fabianistas, após assinarem ambas as entidades, nos dias seguintes, o convênio que originaria mais uma CA do LFC. Era abril/68. O LAR passou a fornecer os gêneros a serem distribuídos. Ofereceu também uma visitadora (Emma Alvares da Costa Soares).

A primeira Distribuição ocorreu naquele mesmo mês, dia 07, nos moldes em que era feita nas Casas do Lar Fabiano de Cristo. Estavam presentes 10 famílias necessitadas. O trabalho esteve a cargo daqueles pioneiros do Centro Espírita, com seus companheiros Judite G Soares, Eloy e esposa, e dos representantes do LAR – a visitadora, o cel. Rolemberg e D Betty Göpfert Pinto.

A casinha em que os trabalhos desta Casa Assistencial tiveram início (o Centro Espírita à Rua do Bananal, 661) era tão pequena e seu quintal era tão diminuto, que os encarregados do trabalho eram obrigados a levar as crianças das famílias assistidas para o quintal de bondosa vizinha, durante as distribuições.

O número de assistidos cresceu rapidamente. E, a despeito do entusiasmo dos trabalhadores, foi indispensável procurar outro local, onde se construísse uma Casa bem grande. O terreno necessário foi encontrado à Av. Presidente Kennedy (antiga Rio-Petrópolis), no.3133, no perímetro urbano de Caxias, onde foi levantada grande e linda Casa, com 2 pavimentos. Sua amplitude permitiria atender a muitas famílias. E sua inauguração se deu em 25/08/69.

Foi-lhe dado o nome de Casa de Mãe Marocas. E um dos companheiros fundadores compôs um hino à Patrona, o qual é cantado nos dias festivos.
Com o passar do tempo, e ante a natural expansão dos serviços prestados por esta Casa Assistencial, o convênio entre o LAR e o Centro Espírita “Seareiros de Jesus” foi desfeito, passando a Casa à administração direta do Lar Fabiano de Cristo.

Onde fica

Rua Pedro Toledo, 792 - Lote 76 – Vila Actura – Duque de Caxias/RJ – CEP: 25225-210


(21) 2676-8968 / (21) 2676-3418 e (21) 3656-9518

Projetos Sociais

Diga o que você achou da Unidade

Faça parte da Obra de Fabiano também!

Antes de você ir...

Faça parte do nosso grupo de Associados Contribuintes, através do nosso projeto do Um Grão e ajude a construir um mundo melhor.

Quero doar!
Show Buttons
Hide Buttons