Na manhã do dia 30/05 a Casa de Rodolfo Aureliano (Recife/PE) promoveu a VI Ação de Saúde e Cidadania em parceria com a Rede Socioassistencial e Políticas Intersetoriais.
A Unidade recebeu mais de 300 pessoas entre coparticipantes e comunidade da Várzea e áreas adjacentes.
Foram ofertados os serviços de saúde, bem-estar, cidadania e educação para todos.
Em destaque:
Saúde Física e Bem-estar: testagem rápida para hepatite, HIV, Sífilis, Aferição de pressão, Orientação odontológica, Orientação nutricional, mamografia, limpeza de pele, designer de sobrancelhas, orientação sobre o combate ao mosquito Aedes Aegypti, auriculoterapia e entrega de hipoclorito de sódio.
Cidadania – pela Defensoria Pública : Reconhecimento e investigação de paternidade, ação de curatela; guarda; divórcio; posse e propriedade; pensão alimentícia; direito do consumidor; direito da mulher e do idoso; habilitação para casamento
Outras açõe e educação para todos: negociação de débitos, troca de titularidade, análise de conta, solicitação de tarifa social e religação de serviços junto à COMPESA e CELPE, orientação sobre uso racional e descarte correto de medicamentos, inscrição e atualização cadastral do bolsa família, orientação sobre o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF e ainda suporte do PROCON- reclamações banco, água, energia elétrica, telefonia, habitação, cartão de crédito, plano de saúde; orientação financeira e renegociação de dívidas, emissão do cartão do SUS e orientações para o ingresso no mercado de trabalho; inscrição e consulta de vaga de emprego, apoio para a entrevista, uso de vestimentas adequadas, postura e elaboração de currículo.
Os parceiros foram convidados a partir de demandas trazidas por coparticipantes e evidenciadas nos atendimentos, escutas qualificadas e reuniões de grupos.

Foi gratificante perceber e presenciar a felicidade das pessoas presentes com situações e problemas resolvidos ou encaminhados, a exemplo da coparticipante Sra. Elizabete Gomes (52 anos), que verbalizou: “Tinha um débito de mais de R$ 1.500,00 com a COMPESA e não podia pagar, hoje renegociei e fui correndo a Casa Lotéria pagar apenas R$70,00, graças a Deus”.

Já a coparticipante Sra. Cristiane Correia (61 anos) relatou: “Estava com a glicemia acima de 300mg/dL e a pressão arterial acima do normal, não sabia e a enfermeira já agendou para mim uma consulta com o médico do Posto, resolvi mais de três problemas”.

Também presenciamos usuários dependentes de álcool e drogas (frequentadores da praça da Várzea) fazendo exames para identificação de sífilis, HIV e hepatite.

A ação teve como perspectiva cuidar da saúde e garantir os direitos de cidadania, bem como reforçar a força da instituição na comunidade e o reconhecimento dos parceiros.

No dia do evento a Unidade funcionou normalmente.

Comentários

Faça parte da Obra de Fabiano!