Em 29 de maio de 2019 aconteceu na Casa Professor Pastorino-LFC um amplo debate sobre o 18 de maio.
Integrantes do Clube de Mídia da participaram do evento que enriquecido por diferentes entidades como a PUC/Goiás representada pela a professora de sociologia Elizabeth Licalho; Escola Estadual Robinho Martins de Azevedo representada por alunos do ensino médio; Renilton Borges, assistente social e representante do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente; Conselheiro Tutelar Valdomiro Borba, da Região Noroeste de Goiânia; representantes do OSCEIAS-Obras Sociais Irmão Áureo, representantes do CRAS da Região Noroeste, Edson Lucas Viana, Diretor–presidente do CECOM, e do expositor Fabrício Rosa – Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Policia Federal. .
Fabrício Rosa falou sobre a importância de denunciar os abusos sofridos aos órgãos competentes para que não fiquem impunes os autores. Citou entre alguns casos, o da menina Lucélia que sofreu violência e abusos, ocorrido em Goiânia no ano 2008 com repercussão nacional, resolvido após denúncia de um vizinho. Colocou que muitos fatos acontecem dentro de casa e que muitas vezes não são denunciados.
Também foi abordada a exploração sexual de menores, especialmente em pontos turísticos como Caldas Novas e Pirenópolis. As rodas de conversa sobre o assunto exposto foram bastante ricas de depoimentos e considerações pelos próprios jovens.

Comentários

Faça parte da Obra de Fabiano!