A Casa de Fernando Melo (Caucaia/CE) promoveu no último dia 24/01 um encontro emocionante entre os jovens e a arte da fotografia e fotopintura ao visitarem o Museu de Arte Contemporânea.

A exposição “Sueño de la Razón”, uma produção fotográfica sul-americana enriqueceu o universo dos jovens ao trazer para o contexto da imagem as problemáticas do ambiente social, cultural, geográfico, econômico, e territorial – impossível não encantar-se com os jogos de luz e sombra, com as cores mas também traçar um paralelo com a realidade conhecida.

Já na mostra “Sobre a cor da sua pele”, surpresa com as merecidas homenagens ao cearense Júlio Santos. Considerado um dos maiores profissionais dedicados a fotopintura brasileira, os jovens manusearam parte do acervo do artista, além de máquinas antigas e objetos pessoais.

O Museu de Arte Contemporânea também ofereceu a exposição “Terra em transe”, com recortes em imagens do início do século passado à atualidade, inquietantes sobre preconceitos, religiosidade, sexualidade, relação de gênero, amor, conflitos políticos e crueldade – uma alusão ao filme Terra em Transe (1967), de Glauber Rocha considerado pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), um dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.

Comentários

Faça parte da Obra de Fabiano!